Finanças pessoais: A verdade obrigatória que você precisa descobrir!

  • Post author:
  • Post last modified:16/05/2022
  • Reading time:7 minuto(s) de leitura
  • Post category:Finanças

Cuidar bem das finanças pessoais é fundamental, mas muitas pessoas não dão muita importância para isso e acabam se endividando. Se você está em busca de fugir das dívidas, saiba que existem 3 passos fundamentais que você precisa seguir, que é ganhar, gastar e investir. E para que isso aconteça, é necessário que você tenha um bom planejamento.

Anúncio

Não sabe como administrar suas finanças para conseguir fazer o seu dinheiro render mais? Então você está no artigo certo. A seguir você vai ver algumas ótimas dicas com a verdade obrigatória que você precisa descobrir para conseguir guardar dinheiro. Confira!

Tenha uma planilha financeira

Para ter sucesso ao organizar suas finanças pessoais é fundamental que você tenha um bom planejamento, e para te ajudar, a planilha financeira é a melhor opção. Com uma planilha bem elaborada, você consegue entender melhor todos os seus gastos, e pode até mesmo classificá-los para saber quais podem ser cortados.

Atualmente existem também ótimos aplicativos que ajudam a controlar os gastos com facilidade. Com eles você só coloca o valor que recebe e todos os seus gastos ao longo do mês. Alguns possuem até mesmo a função de notificar quando você tem um gasto maior do que o de costume.

Mas para ter sucesso com a planilha é necessário que todos os gastos sejam anotados, até mesmo aqueles de valores insignificantes, pois ao final do mês eles vão fazer muita diferença em seu orçamento.

Gaste menos do que ganha para controlar as finanças pessoais

Essa é uma das principais dicas para melhorar suas finanças. Quando você gasta um valor maior do que aquele que recebe, é comum que você tenha problemas financeiros e acabe ficando endividado. Isso acontece devido ao efeito “bola de neve”, que é bem difícil de ser controlado.

O ideal é sempre fazer um planejamento financeiro para que você possa gastar menos do que ganha. Assim vai sobrar uma parte do dinheiro para reservas de emergência e até mesmo para investir.

Para conseguir bons resultados, você deve ter gastos de até 80% do seu salário, e assim tentar guardar 20% dele todo mês. Caso não seja possível, adapte esse cálculo conforme seu orçamento. Mas não se esqueça de sempre gastar menos do que ganha.

Corte gastos

Se você quer melhorar suas finanças pessoais para não se complicar com as dívidas, sem dúvidas é necessário que você mude os seus hábitos e corte alguns gastos. Quando falamos em cortar gastos não significa que você vai deixar de fazer as coisas que gosta, e sim que vai começar a economizar o que tem.

Algumas pequenas economias podem fazer diferença, como apagar a luz ao sair, gastar menos água, não desperdiçar comida etc. Mas além disso, também é importante que você comece a cortar algumas coisas, como a academia que você paga e não vai, os programas de assinatura que não usa e a escola de inglês que você se matriculou, mas nunca consegue ir.

Tudo o que você paga e não usa, é uma despesa desnecessária, que está comprometendo o seu salário sem trazer benefícios a você. Faça uma lista com todas essas coisas e corte-as do seu orçamento.

Se após esse corte ainda ficar difícil manter seu planejamento financeiro, você deve olhar em sua planilha quais são os outros itens que podem ser cortados sem trazer grandes prejuízos a você. Cortar gastos é essencial para que você consiga melhorar suas finanças pessoais.

Evite fazer empréstimos

Muitas pessoas quando estão endividadas acabam recorrendo aos empréstimos para tentar mudar essa situação e pagar as dívidas, mas elas não conseguem ver que isso está apenas gerando mais uma dívida e que quase nunca resolve o problema.

O empréstimo só vale a pena se for com juros baixos e se o valor for suficiente para pagar todas as dívidas, caso contrário, ele vai ser apenas mais uma dívida para compromoter o seu orçamento.

Antes de pedir um empréstimo o ideal é que você analise melhor seu orçamento e tente fazer cortes, pois fazer uma dívida para pagar outra, nem sempre é a melhor solução.

Comece a investir dinheiro para melhorar as finanças pessoais

Investir dinheiro é um hábito e deve ser feito por todas as pessoas que desejam melhorar suas finanças pessoais. Algumas pessoas pensam que é necessário muito dinheiro para investir, mas não é verdade. Existem alguns investimentos, como o Tesouro Direto, por exemplo, em que é possível investir a partir de 30,00.

Se você cortar os gastos, fazer o dinheiro sobrar e não investi-lo, as chances de você usar ele para alguma coisa que não é essencial é grande. Comece a investir mensalmente o seu dinheiro, mesmo que seja um pequeno valor, e em alguns anos você vai ter um bom dinheiro guardado.

Para quem está começando a investir agora, a dica é começar com um valor simbólico e ir aumentando mês a mês. Coloque como meta fazer investimentos e você vai ter ótimos resultados no futuro.

Cuidado com o cartão de crédito

O cartão de crédito pode sim ser muito útil para aumentar o seu poder de compra, mas se você não souber usá-lo, em pouco tempo ele pode se tornar o seu maior inimigo. Como esse plástico é usado para pagamentos em uma data futura, muitas pessoas compram mesmo sem precisar, pois não vão pagar na hora, e com isso acabam fugindo do planejamento e se endividando.

Você pode usar o cartão, mas desde que tenha controle dos seus gastos e entenda que por mais que não vai pagar na hora, você ainda vai precisar pagar esse dinheiro. Uma boa dica para não fazer muitas dívidas é anotar todos os gastos que está tendo com o cartão, assim você não se assusta apenas quando a fatura chegar.

Tome cuidado também com as parcelas, pois é comum que algumas pessoas façam muitas parcelas pequenas e depois não aguente pagá-las. Além disso, sempre que for solicitar um cartão, dê preferência aos sem anuidade, pois assim você já diminui um gasto fixo da sua lista de despesas.

Ainda ficou alguma dúvida sobre como cuidar das suas finanças pessoais para não fazer dívidas? Deixe um comentário!