Bancos anunciam mutirão de renegociação de dívidas

Advertisement

Um novo acordo acaba de ser lançado para promover um mutirão de educação financeira e renegociação de dívidas para todos os brasileiros. A renegociação de dívidas já está acontecendo desde o dia 2 de dezembro e vai até o dia 6/12. Vários bancos estão participando, como a Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Itaú, Bradesco, Santander e Banrisul.

Advertisement

A grande notícia é que a renegociação de dívidas poderá ser feita nas próprias agências, de maneira personalizada. Serão 261 agências bancárias de todo o Brasil, que juntas irão ajudar milhares de pessoas a saírem das suas dívidas e organizarem suas finanças.

Mutirão para renegociação

Durante o período, as agências ficarão abertas até as 8h da noite. A lista com os nomes e endereços das agências participantes desse mutirão de negociação das dívidas pode ser encontrado no site Papo Reto, da Febraban.

Advertisement

Ao longo do mutirão, cada banco vai definir os valores que poderão ser pagos e de que forma poderão ser quitados. Essa oportunidade é incrível para quem tem uma dívida longa e grande. Os bancos vão oferecer condições mais vantajosas nesse período do que se a dívida fosse negociada em outra ocasião.

Vários formatos de renegociação serão oferecidas, que podem ser desde parcelamentos generosos até a troca por outros dívidas. E claro, independente da dívida, as chances de se conseguir um belo desconto são muito grandes. Além de aproveitar para pagar as dívidas, as pessoas ainda receberão orientações sobre educação financeira para não organizar as finanças e não voltarem a se endividar novamente.

Se você se encontra endividado, esse é o melhor momento para renegociar suas dívidas. Isso porque as condições são muito vantajosas e podem te ajudar a entrar no próximo ano longe de problemas financeiros. Só lembando, uma oportunidade como essa não ocorre sempre, e tentar pagar dívidas depois pode te gerar um gasto ainda maior para quitar um endividamento que já era grande.

Advertisement

Para te ajudar ainda mais, separei algumas dicas para te ajudar a economizar seu salário e acabar organizar as despesas:

Faça uma lista ou tenha uma planilha financeira

Antes de sacar o salário e sair gastando, faça uma lista priorizando as contas mensais frequentes (água, luz, aluguel, internet, cartão) e tudo mais que tiver que pagar naquele mês. Não esqueça de atribuir as compras do mercado a essa lista prioritária. Isso vai te ajudar a guardar dinheiro para o mutirão de renegociação. 

Após concluir a primeira lista, escreva os itens que devem ser comprados com urgência e posteriormente aqueles que gostaria de obter caso sobrasse dinheiro.

Advertisement

A listagem é uma forma de se orientar sem gastar em excesso, principalmente no cartão de crédito. É importante seguir essa dica criteriosamente para evitar maiores despesas.

Uma planilha financeira é algo essencial para quem deseja controlar suas finanças. Quando você tem uma planilha fica mais fácil controlar seus gastos, assim você evita usar o cartão de crédito em excesso e consequentemente evita fazer dívidas que não consegue pagar.

Além disso, o uso de uma planilha também pode te ajudar a pagar as dívidas que estão atrasadas. 

Existem diversos tipos de planilhas, assim você consegue encontrar aquela que se adapta melhor às suas necessidades. As eletrônicas principalmente, são uma das melhores, pois com ela você vai precisar apenas anotar todos os gastos que as contas serão feitas de forma automática.

Fuja das compras por compulsão

Comprar compulsoriamente pode virar uma rotina acarretando em produtos desnecessários que acabam servindo apenas para ocupar espaço. O mesmo serve quando o assunto é roupa, não tem porquê comprar peças novas somente por elas estarem em promoção. E se você comprar muito não vai aproveitar o mutirão de renegociação.

É indispensável perguntar se o que você está comprando é realmente necessário. Essa atitude simples evita o consumismo. Lembre-se de seguir a lista priorizando o que realmente deve ser comprado.

Aprenda a usar o cartão de credito

Ao usar o cartão de credito,  esteja consciente do quanto você pode gastar com aquela compra, e de quanto é o valor total a ser pago na fatura do cartão de crédito naquele mês. 

Utilizar o cartão em compras de valores pequenos, mas constantes, é a porta de entrada para gerar uma dívida que pode se transformar numa bola de neve em pouco tempo, se você tem como efetuar a compra a vista, tente um desconto, evite parcelamentos desnecessários.

Se puder, anote todos os gastos do cartão, para não perder o controle, e assim respeitar um limite para se usar no mês. Não é porque o limite do seu cartão é de 4000 reais que você precisa gastar todo o valor, muito menos se o seu orçamento não suporta essa dívida. 

Caso você chegue a usar mais de um terço do seu salário no cartão mensalmente, já é a hora de parar e repensar o uso do mesmo.

Não consegue poupar dinheiro para aproveitar o mutirão de renegociação?

Existem diversas formas de poupar dinheiro e cortas gastos que consideramos inadmissíveis a primeira vista, mas que podem ser uma forma diferente de encarar a vida.
Trocar a cerveja no bar por uma cerveja tomada em casa, cozinhar mais e pedir menos Delivery, mudar a lista de compras para produtos mais em conta e uma série de outras atitudes que, no decorrer do mês, podem fazer uma diferença considerável no seu orçamento.

Outro ponto indispensável são os gastos com entretenimento. Consulte a agenda cultural da sua cidade e aproveite as várias opções de lazer gratuitas que sempre podem ser uma boa opção para você!

Finalmente, uma das maiores fontes de gastos desnecessários são os trocados. Quando você gasta pouco dinheiro várias vezes, você acaba gastando bastante dinheiro. Se você usar a ideia de cofre de moedas, você pode se surpreender com o quanto de dinheiro você pode poupar!

Posts Relacionados