Descubra como fica a fatura de cartão de crédito durante a pandemia!

Advertisement

O Brasil está vivendo um momento de crise financeira devido a atual pandemia do coronavírus e é por isso que o Governo Federal está em busca de levar novas opções de crédito para as pessoas físicas e entre as medidas, uma que tem destaque é em relação a fatura de cartão de crédito. Essa medida visa diminuir os valores que as pessoas pagam pelos juros do cartão.

Advertisement

Ficou interessado e quer saber mais sobre quais são as mudanças que vão ser feitas? Continue conosco, porque a seguir vamos falar tudo o que você precisa saber sobre ele.

Novidades em crédito

Para combater os efeitos da economia foram desenvolvidas muitas novidades em relação ao crédito. Mas infelizmente ainda não foi proposto nada especificamente para a dívida do cartão de crédito. E infelizmente uma das maiores preocupações do brasileiro é em relação a fatura de cartão de crédito. Isso porque quase 80% das famílias que estão endividadas possuem esse tipo de dívida.

Advertisement

Foi constatado que em 2020 o endividamento está maior do que no mesmo período de 2019. Sendo que grande parte da população está tendo suas dívidas atrasadas no mês de abril deste ano. O que foi ocasionado principalmente devido a essa pandemia.

Para tentar evitar mais aperto financeiro, o ideal é que as pessoas adiem a fatura do seu cartão de crédito, assim é possível aliviar o orçamento.

O que fazer com a fatura de cartão de crédito?

Já viu que suas contas apertaram e você precisa tomar uma providência para não cair no endividamento? Saiba que entre todas as dívidas, a que merece maior destaque é a do cartão, porque os juros rotativos que são cobrados por ele é muito alto.

Advertisement

Uma medida que surgiu para evitar que as pessoas entrem no efeito “bola de neve” com essa dívida é que o cliente não pode mais pagar o mínimo de forma indefinida. Atualmente é possível fazer o pagamento mínimo apenas no primeiro mês. Depois, caso o cliente ainda não tenha condições de pagar a fatura toda, é necessário fazer o parcelamento dela.

A dica é que o cliente que possua dívida no cartão faça de tudo para conseguir pagar a fatura de cartão de crédito a fim de evitar cair nos juros rotativos. Isso porque ele é um dos maiores do mercado e pode chegar até a 320% ao ano.

Tente trocar essa dívida

Infelizmente quem está endividado nem sempre consegue soluções rápidas para conseguir dar fim a dívida do cartão. E é por isso que tentar uma opção de refinanciar a dívida pode ser a solução.

Advertisement

Mas outra forma de pagar fatura de cartão de crédito é trocando a dívida por uma que tenha juros menores. Pedir um empréstimo ou até mesmo entrar no cheque especial pode ser a solução, porque eles costumam ter uma taxa de juros menor que o rotativo.

É comum que muitas pessoas pensem que o juros do cartão não é o mais alto, e por isso deixam de pagar a fatura sempre que o orçamento aperta, mas esse é um erro. Até quem tem o nome sujo possui outras opções para trocar as dívidas, porque existe também a opção de conseguir um crédito consignado.

Nesse momento difícil que estamos vivendo é preciso ter um bom planejamento. E por isso as pessoas podem negociar com o banco um opção de crédito mais atrativa para não passar dificuldades. Ah, e comparar a taxa entre vários bancos também é uma boa opção.

Cuidado para não se endividar com a fatura de cartão de crédito

Também é importante que o consumidor esteja atento para não fazer muitas dívidas que não consegue pagar. Nesses momentos de crise o ideal é evitar gastos, porque o cartão pode ser um grande vilão.

Muitas pessoas podem acabar usando o cartão de forma exagerada e com isso podem ter vários problemas financeiros por não conseguir pagar a fatura. E é por isso que o ideal é analisar qual é sua receita nesse período de crise, antes de sair fazendo dívidas.

Cortar gastos é fundamental, principalmente abrir mão de itens desnecessários. Além disso, ter um bom planejamento financeiro está sendo ainda mais importante, porque ele vai ajudar não apenas a não endividar, mas também a aprender a viver bem gastando pouco em momentos de crise. Principalmente em uma pandemia como agora, em que grande parte da população está ficando em casa e aumentando o seu consumo de itens básicos.

Não se prenda a uma instituição

Não é porque você já tem um banco há muito tempo que ele é a melhor opção para você. Existem muitas instituições financeiras que cobram taxas muito maiores do que outras. Analisar todas as instituições está sendo cada vez mais fundamental.

Avalie qual é a instituição que possui o melhor custo/benefício e procure as instituições com antecedência assim que você notar que não vai conseguir pagar sua fatura de cartão de crédito em dia. Isso porque quanto mais tempo você esperar, mais vai ficar apertado para pagar a conta, e por isso pode acabar pegando a primeira opção que aparecer, mesmo pagando juros altos.

Alguns bancos estão se tornando mais flexíveis na hora de negociar com o cliente. Por isso é bom saber negociar. Em algumas instituições está sendo possível até mesmo postergar o vencimento da fatura. Embora o prazo seja de poucos dias, já te dá mais tempo para buscar outras formas de pagar sua dívida.

Tenha controle financeiros

Por fim é fundamental que você tenha controle financeiro, porque sem ele você vai se endividar cada vez mais, até chegar no momento que não consegue mais pagar suas contas.

Lembre-se sempre que o cartão que hoje pode te ajudar, amanhã pode ser o seu vilão. Tudo deve ser analisado com muita cautela. Não faça dívidas que você não aguenta pagar e não confie em dinheiro que ainda vai receber, porque em um momento de incertezas no qual estamos vivendo, nada mais é seguro.

E se você ainda tem alguma dúvida sobre fatura de cartão de crédito é só deixar um comentário!

Posts Relacionados