Finanças para autônomos – Como planejar as suas finanças de forma coerente?

Advertisement

Entender os procedimentos e os meandro do planejamento financeiro de um autônomo é uma dificuldade razoável para pessoas que estão acostumadas com recebimentos planejados e mensais.  O autônomo tem de lidar com muito menos certeza tanto de prazo quanto de valor que irá receber. E é por isso que as finanças para autônomos são fundamentais.

Advertisement

Por isso mesmo seu planejamento precisa ser muito mais eficiente e diferenciado, adaptável às possibilidades ruins que podem ocorrer com o fluxo de valores no geral, além de outros detalhes.

Para você autônomo e empreendedor de pequeno porte possa se organizar financeiramente, vamos dar dicas fundamentais para que você possa desenvolver-se de forma eficiente e diferenciada. Isso permite muito mais qualidade para você.

Posts Relacionados
Advertisement

Quais são os primeiros conceitos a serem compreendidos nas finanças para autônomos?

Um planejamento desse tipo parte de uma série de questões que podem parecer simples quando analisadas isoladamente. No entanto, fazem um efeito muito inteligente quando pensamos em todas elas funcionando, como as engrenagens de um relógio:

  • Entender a quantidade de dinheiro média mensal que você faz com seu trabalho: essa é a parte mais simples, entender quanto você ganha por mês.
  • Entender quando este dinheiro entra geralmente: quando você está planejando a entrada dessa renda variável, é interessante mapear os melhores momentos de entrada. Seja colocada os vencimentos dos boletos naqueles momentos ou combinando formas diversas de recebimento com seus clientes
  • Criar uma meta de prospecção: entender que uma meta de prospecção é uma coisa extremamente importante de se fazer e de se permitir. Isso porque assim você consegue substituir os clientes que deixarem de pedir com você e inclusive substituir clientes “ruins” por clientes melhores.
  • Organizar seus débitos: de forma que “batam” com as entradas: uma das formas mais eficientes de fazer isso é imaginar que as pessoas vão todas atrasar os boletos entre 2 dias e uma semana. Essa forma você ganha uma margem de tempo para conseguir reunir o dinheiro para as suas contas.
  • “Fazer sobrar”: A sobra mensal do autônomo é muito mais importante do que para o trabalhador assalariado padrão, já que essa sobra se torna o fundo de emergência, indispensável para aqueles meses em que as vendas estão ruins.

Como funciona o fundo de emergência das finanças para autônomos?

Esse é um dos pontos centrais de diferença entre o planejamento de um autônomo e de um assalariado. O autônomo sempre precisa manter um “fundo de caixa” na sua conta e então ir acrescentando com mais dinheiro.

Isso porque esse profissional pode não ter o mesmo ganho no mês seguinte, mas se ele tiver o fundo de caixa para emergências e despesas do dia a dia ele tem uma tranquilidade adicional à respeito da manutenção do seu trabalho e dos serviços básicos da sua casa.

Advertisement

À partir do momento que você começar a usar esse “fundo de emergência” você precisa redobrar seus esforços em busca de mais clientes pagantes e de contratos de bom tamanho, para repor as suas finanças.

Se você precisa, temos algumas dicas adicionais de como resolver os problemas de renda adicional no nosso blog. Nele mostramos possibilidades alternativas de renda, que fazem com que você não precise depender de uma única fonte de renda.

Essa é uma dica importantíssima que iremos abordar, inclusive, em um próximo artigo; não “coloque todos os ovos na mesma cesta”.

Advertisement

Cuidado ao concentrar demais as suas fontes de renda.

Não perca a chance de conhecer mais formas interessantes de melhorar a sua saúde financeira, que incluem investimentos e outras questões importantíssimas para você! Continue conosco e conheça ainda mais sobre essas possibilidades!

Dica extra – Comece a controlar suas finanças hoje!

Infelizmente o número de autônomos que controla suas finanças é muito pouco. A grande maioria nem ao menos sabe quanto ganha, porque tudo que entra sai conforme a necessidade. Outros até sabem quanto ganham, mas não possuem nada guardado porque acreditam que vão ganhar mais no próximo dia.

Se você não tem carteira assinada e salário fixo, saiba que é ainda mais importante que você seja organizado financeiramente. Isso porque quanto mais desorganizado você for, maiores serão seus problemas caso tenha uma emergência.

As finanças para autônomos devem ser bem trabalhadas para que eles possam saber a média de quanto ganham e quanto podem gastar para fazer com que seu dinheiro sobre no final do mês.

Mas a dica para você que nunca teve controle dos seus rendimentos é para começar hoje. Deixar para depois só vai te atrapalhar ainda mais. Nesse primeiro mês você deve anotar tudo o que entra e sai para saber qual é seu fluxo de caixa.

A partir do segundo mês você já pode fixar um valor para guardar todo mês, e para facilitar você pode dividir o valor para guardar um pouco a cada dia ou a cada semana.

Siga nossas dicas e você vai ter muito sucesso no controle das suas finanças! Mas se ainda tem alguma dúvida deixe um comentário que eu te respondo!

Posts Relacionados